Home » » BNDES oferecerá R$ 15 bilhões em crédito para pequenas empresas, diz ministro

BNDES oferecerá R$ 15 bilhões em crédito para pequenas empresas, diz ministro

Written By Wolney Érick Oliveira on domingo, 23 de julho de 2017 | 14:53

Ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, durante evento em Brasília (Foto: Beto Barata/PR)
O ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, afirmou em entrevista que o governo prepara um programa de crédito para pequenas empresas com recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) – desde o ano passado, o banco é subordinado ao Ministério do Planejamento.
A medida é mais uma da chamada “agenda positiva” do governo federal, uma série de ações de apelo popular adotadas em meio à crise política motivada pela delação premiada de executivos da JBS, que envolve o presidente Michel Temer, acusado de corrupção passiva pela Procuradoria Geral da República.
“Vai ser um ‘funding’ rápido, para empresas com até R$ 90 milhões de faturamento por ano”, disse o ministro.
A taxa de juros ainda não foi definida, mas deve ficar acima da Selic (veja mais abaixo nesta reportagem).
De acordo com Dyogo Oliveira, “alguma coisa em torno de R$ 15 bilhões” deve ser disponibilizada para empréstimos.
“A linha será para capital de giro e investimento. Neste momento, a demanda maior das empresas é capital de giro”, avaliou.
A opção pelo BNDES, disse o ministro, se deve ao fato de o banco ter “bastante recurso parado.”
Nesta semana, o BNDES informou que o volume de empréstimos concedidos no primeiro semestre de 2017 foi 16,6% menor que no mesmo período do ano passado.
Nos primeiros seis meses de 2016, a queda já havia sido de 42% frente ao mesmo período de 2015.
A redução está relacionada à crise econômica e política no Brasil, que fez cair os investimentos no país.
O BNDES recebeu, durante a gestão da presidente Dilma Rousseff, mais de R$ 500 bilhões em empréstimos do Tesouro Nacional, para emprestar a empresas.
Desse total, foram devolvidos R$ 100 bilhões no fim do ano passado. Em maio deste ano, o BNDES ainda devia R$ 440 bilhões à União.
Os recursos, quando são devolvidos pelo BNDES ao Tesouro Nacional, entram no orçamento financeiro, ou seja, não podem ser liberados para gastos dos ministérios. Podem ser usados, nesse caso, somente para abatimento da dívida pública.

 G1
Share this article :

Postar um comentário

 

Copyright © 2017. Blog do Wolney Érick - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Blogger